A Madame

madame-surto-colorida

Mas afinal quem foi Madame Surtô? A verdade é que Madame não foi.

Madame é. A ela não cabem definições porque definir é uma forma de limitar e, definitivamente, limite não é a palavra. A história é cercada de mistérios, mas o que se sabe é que a mistura de um pai espanhol e uma mãe francesa resultou nessa personagem intensa e cheia de contrastes.

No ano de 1862, o mundo ganhava Madame Surtô. Ou será que ela é que ganharia o mundo? Curiosamente este foi o ano em que a história de Alice no País das Maravilhas era contada pela primeira vez. A ficção tantas vezes ouvida na infância chamava sua atenção não pela mocinha, mas pela personagem marcante, enérgica e, por que não, destemperada, Rainha de Copas.

Tendo Londres como cidade natal, escolheu se arriscar pelo mundo e experimentar tudo que ele lhe pudesse oferecer. Viveu amores, sabores, desafios. E quando a vida fechava portas, ela pulava janelas e, divertidamente, continuava e continua...

Esta é a Madame. E aqui vocês estão convidados a descobrir que ontem era história, hoje é intenso e amanhã é um mistério.

Sejam bem vindos ao Madame Surtô.